Galão ÓleoA queima de petróleo libera dióxido de carbono na atmosfera, uma das substâncias responsáveis pela poluição do ar, resultando na destruição da camada de ozônio, efeito estufa, chuva ácida, entre outras catástrofes. Além disso, o uso excessivo do petróleo só aumenta a crescente escassez dessa fonte, diminuindo os recursos naturais e subindo os preços, que preocupam não só os motoristas como também os sistemas econômicos de diversos países.

  • Para cada 3,8 litros de gasolina, são liberados 10 Kg de CO2 na atmosfera.

Por conta desses fatores, a busca por outras alternativas de combustíveis ambientalmente corretos e sustentáveis só aumenta. E uma das soluções encontradas foi o biodiesel e o óleo vegetal.

O biodiesel é um éster obtido a partir da reação química de óleos de origem vegetal ou animal, com álcool. É renovável, biodegradável e substitui total ou parcialmente o óleo diesel de petróleo. Pode ser usado em qualquer transporte que tenha “motor diesel”.

O óleo vegetal é a forma mais densa de energia da fotossíntese, pois é basicamente energia solar acumulada bioquimicamente em máxima densidade. Como combustível, ele pode ser usado puro, porém não é qualquer motor que o aceita. Há alguns anos foram criados motores que podem ser instalados em qualquer tipo de automóvel, chamados de "Motores Elsbett", uma versão do motor a Diesel convencional, porém adaptado para funcionar com óleos vegetais.

Biodiesel ou Óleo Vegetal?

O biodiesel oferece grandes vantagens: é uma fonte limpa e renovável, pode ser utilizado sem nenhum ajuste no motor, oferece menos riscos de explosão, é um bom lubrificante, é uma boa alternativa para a bomba injetora e para o motor, pois o biodiesel é muito higroscópico, ou seja, absorve água e dilui o óleo no motor, fazendo com que a troca de óleo e filtros sejam mais frequentes. Porém, o valor do óleo vegetal é cerca de 30% menor do que o do biodiesel. Além disso, a obtenção do óleo vegetal é mais prática do que a do biodiesel:

  • Óleo Vegetal: Limpeza dos Grãos » Prensagem a Frio » Filtragem do Óleo Natural
  • Biodiesel: Limpeza dos Grãos » Prensagem a Frio » Filtragem do Óleo Natural » Extração do Hexano » Destilação » Extração da viscosidade »» Esterificação.

Também existem outros pontos que devem ser levados em conta na comparação entre o biodiesel e o óleo vegetal como a facilidade de Armazenagem e Transporte, Tolerância Ambiental e Tolerância Social:

 Tabela Vantagens Óleo Vegetal Biodiesel

Diante das informações apresentadas, é possível perceber mais vantagens em relação ao óleo vegetal, ainda mais se pensarmos que seu uso direto descarta todas as necessidades de investir em usinas para a produção de biodiesel. Porém, como atualmente ainda não se utiliza diretamente os óleos vegetais, a produção de biodiesel tem sido muito estimulada, principalmente para fins de exportação, e com certeza, é a melhor opção em competição com o diesel.

Além do biodiesel e do óleo vegetal proporcionarem bons resultados ao meio ambiente e à economia nacional, por serem uma fonte de energia independente, também são responsáveis por abrir novas fontes de renda para a agricultura e novos empregos. Principalmente no Brasil, o maior território tropical do planeta, com solos de grande qualidade que permitem a realização de uma agricultura auto-sustentável do plantio direto.

Óleo Vegetal como Combustível

Para quem pensa que essa alternativa do óleo vegetal como combustível surgiu agora, está completamente enganado! Rudolf Diesel criou o primeiro modelo do motor a diesel, em 1983, quando apresentado oficialmente utilizava óleo de amendoim, um tipo de biocombustível obtido por processos de transesterificação. E entre 1912 e 1913, Rudolf declarou: “O motor a diesel pode ser alimentado por óleos vegetais e ajudará no desenvolvimento agrário dos países que vierem a utilizá-lo... O uso de óleos vegetais como combustível pode parecer insignificante hoje em dia. Mas com o tempo irão se tornar tão importante quanto o petróleo e o carvão são atualmente.”

Desde a década de 70, o interesse pelo uso dos óleos vegetais passa por altos e baixos. Depois de muitos declínios, as pressões ambientalistas, a chegada do conceito de desenvolvimento sustentável, e o preço elevado do petróleo fizeram com que o investimento em pesquisas, produção e divulgação de novos combustíveis começasse a evoluir, porém ainda necessita de mais atenção.

Energia Elétrica e Óleo Vegetal

Ainda existem muitas famílias que vivem sem os benefícios da energia elétrica, normalmente em regiões muito distantes dos grandes centros urbanos. Para solucionar esse problema, surgiu outra alternativa, a queima do óleo vegetal em motores multicombustíveis, ou seja, motores que podem usar tanto o óleo diesel como os óleos vegetais.

Portanto, os próprios moradores podem manter o abastecimento do motor através do cultivo de sementes oleagenosas. Atualmente, muitos lugares já se beneficiam com os óleos vegetais. Um bom exemplo é a Comunidade Vila Boa Esperança, no Pará, onde mais de 100 casas possuem eletricidade, que é obtida através do óleo de dendê. No interior do Amazonas, em Cararuri, muitos frutos típicos foram utilizados para obter os óleos vegetais, que hoje geram a eletricidade em mais de 250 casas.